Hospital Nipo-Brasileiro realiza jantar especial para o Dia do Médico

Postado em: 12/10/2017

Para comemorar o Dia do Médico, o Hospital Nipo-Brasileiro ofereceu no último dia 11 de outubro, um jantar especial para 300 convidados, no salão de festas do Palácio Tangará, com uma linda vista para o Parque Burle Marx.

A celebração iniciou-se às 20 horas e todos os presentes foram recepcionados com um coquetel de boas-vindas e música instrumental de teclado e violão, oferecida pela Edson Saito, banda responsável pelo show durante e após o jantar.

Em um momento único e emocionante do evento, todos puderam acompanhar a apresentação de taiko do grupo Hishodaiko, formado por jovens e adolescentes da cidade de São Miguel Arcanjo, interior de São Paulo. O grupo consagrou-se como tricampeão nacional no Campeonato Brasileiro de Taiko, em 2017, e representou o Brasil na província de Oita, no Japão, conquistando o terceiro lugar na competição internacional. Além dos tambores, o grupo usou elemento de voz e o yoko-bue (instrumento de sopro transversal) como acompanhamento para apresentação da cultura milenar.

Na abertura do salão nobre para o jantar, as organizadoras do evento, dra. Lucia Yoshita, radiologista, e dra. Vera Motinaga, pediatra, iniciaram o discurso de solenidade e agradeceram a presença dos representantes da Comissão Administrativa do Hospital Nipo-Brasileiro formada pela Beneficência Nipo-Brasileira de São Paulo (Enkyo), além do corpo clínico, diretores e gestores do Hospital Nipo-Brasileiro.

Durante os discursos dos diretores e médicos convidados, todos lembraram do importante momento que o Hospital vive atualmente com o reconhecimento das premiações recebidas, como 2º lugar em serviços médicos indicado pelo jornal Valor Econômico, e mais recentemente pela melhor classificação entre as 1.500 maiores companhias do Brasil pelo jornal O Estado de S.Paulo e entre as mil maiores empresas da revista IstoÉ Dinheiro, consagrando a imprescindível participação do corpo clínico, que sempre se destacou ao longo destes anos.

O tradicional kampai (brinde em japonês) foi conduzido pelo cirurgião vascular dr.  Mauro Yoshimitsu Sakiyama. Todos os participantes se divertiram durante o sorteio de presentes e puderam dançar com a banda Edson Saito, que tocou variados ritmos até o final da festa. 


Compartilhe: